Eliane Alcântara.


 Emocionada divido com vocês esse presente que mais que uma surpresa
deixou mais alegre meu dia : )
Muito obrigada, Devair!
Beijos.
Eliane.

***

 Amor e Amizade.

E
u   quero

Lhe dar pelo menos um
Instante de inspiração!
A paixão, o amor
Nunca faz mal a ninguém!
Escritora dos apaixonados. Fazendo alegria de quem gosta de

        Amar
           Linda e
             Carismática, poderia escrever um
        MontÂo de adjetivos que justificaria toda sua beleza  exterior... mais a interior é que te faz grande!
                   Te amo sem te amar...
                      Amor como as águas de um 
                         Rio que se passa levando consigo o nutriente para um
                             Amor apaixonado de dois amigos.
 
                                             Devair G. Oliveira


Escrito por Eliane Alcântara. às 16h17
[ ] [ envie esta mensagem ]


Encontrei esse escrito com o poeta Jorge Humberto (2003).
Postando...


A começar.

Sem solidão, com saudade
canta o poema frágil
respirando o vento a varrer o chão
nas canções e devaneios
a fazer companhia na manhã
quando a sombra é efeito da luz
a luzir por missão
do contínuo existir.

Eliane Alcântara.
29/07/03

***


A terminar

Minha alegria, minha canção,
Meu poema que percorro
Noite e dia, minha solidão,
É devaneio, sensação na pele,
Cacos pelo chão que o vento repele,
Por isso eu digo, pau ou pedra,
Que se a ambos medra
A sombra, por inflexão da luz,
O que neles deixo, em mim é
E já reluz.

Jorge Humberto.
29/07/03.



Escrito por Eliane Alcântara. às 09h09
[ ] [ envie esta mensagem ]


 Esta foto é da primeira flor que surgiu em meu quintal,
no qual tenho insistido criar um jardim.
Para você, Luiz Magno, que tanto me incentiva
a prosseguir com esta idéia (do jardim).

 


                                                       Trepadeira.
Minha boca amanheceu botão
                Cada galho
Suguei de teu orvalho                                    Engalha teu sexo
Razão para o meu florir.                              Ao meu desejo.


*** 
                                                  Sementes Virgens.
Não vesti manhã                 Nem tudo morre
Não ousei calçar sol            Nem tudo some
Minei temperatura                 Tua masculinidade
(adequada)                    Ecoa em mim
A sua brotação.                  Rumo ao futuro.

Eliane Alcântara.



Escrito por Eliane Alcântara. às 14h58
[ ] [ envie esta mensagem ]


Maturação.
 
Pelo silêncio das palavras em mim emudecidas
Forço um poema e deixo-o adormecer nas horas,
Bebê saciado com leite materno.
Sinto-o aninhado em minhas entranhas,
Carícia bem leve pela trilha de meus amores
E mudanças tantas em um país sem medo
Das cores senhoras de nossa raça.
Rezo um pouco para deuses e santos,
Quero a comédia de alguns
E a sanidade extrapolada de outros.
Peço um verso aos meus dedos,
Uma rosa para quem tem fome de vida,
Pão para quem tem sede de corpo.
Observo a carência de tudo
E o segundo corre a gritar pelo dia,
Minha fonte de claras proezas,
Sentimentalidade concreta
__ roda de brincadeiras__
Ingênua maneira de ver
O poema que agora é pique esconde
Lá no fundo de meus pensamentos.
Dorme, menino, dorme.
Amanhã a dor irá passar e você acordará
Novo, pronto, livre das rédeas, guerreiro!
 
Eliane Alcântara.

***
Não resisti... Amanheci com essa canção,
divido...

Um Homem Também Chora
(Guerreiro Menino)
Gonzaga Jr.

Um homem também chora
Menina morena
Também deseja colo
palavras amenas
Precisa de carinho
Precisa de ternura
Precisa de um abraço
da própria candura
Guerreiros são pessoas
tão fortes, tão frágeis
Guerreiros são meninos
no fundo do peito
Precisam de um descanso
Precisam de um remanso
Precisam de um sono
que os tornem refeitos
É triste ver meu homem
guerreiro menino
com a barra do seu tempo
por sobre seus ombros
Eu vejo que ele berra
Eu vejo que ele sangra
a dor que tem no peito
pois ama e ama
Um homem se humilha
se castram seus sonhos
Seu sonho é sua vida
e vida é trabalho
E sem o seu trabalho
o homem não tem honra
E sem a sua honra
se morre, se mata
Não dá prá ser feliz,
não dá prá ser feliz.



Escrito por Eliane Alcântara. às 08h48
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil


BRASIL, Sudeste, Mulher, de 36 a 45 anos
Outro -



Meu humor



Histórico
29/05/2016 a 04/06/2016
05/04/2009 a 11/04/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
01/05/2005 a 07/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Alessandro Eloy Braga.
 BeatniksBLUESCafe
 Anderson.
 Angela Lara.
 Angela Maria.
 Bené Chaves.
 Bruno.
 Destro.
 Diego Ramires.
 Ela Nua é Linda.
 Eliane 1.
 Eliane Alcântara.
 Eliane - Home Page.
 Eliene.
 Eudes Batista.
 Rabiscos&Riscos.
 Fabrício Carpinejar.
 Francisco Dantas.
 Fórum - Sobresites.
 Jandyra Adami.
 JéSSica.
 Júlio do Amaral.
 Leila.
 Lela.
 Leon Lynch.
 Linaldo.
 Eudes Batista.
 Mário Cezar.
 Mestra dos Sonhos.
 Maísa (Pupila).
 Ivo.
 Nilson.
 O Cavaleiro.
 Olivino Araujo.
 Paulo Castro.
 Recanto das Letras.
 Retalhos d'Alma.
 Ricardo Almeida.
 Roberto Cônsoli.
 Rodrigo Souza Leão.
 Rogério Simões.
 Sady Mac.
 Sofia.
 Sonhos de Poeta (Eliane Alcântara).
 Tânia Carmonario.
 Thielle.
 Touché.
 Weder.
 Wesley (Sala Fernando Pessoa).
 Qual é a dúvida? - Pinho.
 Gildemar Pontes.
 Fernando Rozano (fotos).
 £å£i
 Fernando Girão.
 Adalberto dos Santos.
 Meiga.
 My Blog - JCarvalho.
 Tatiana.
 LIZ.
 Alcinéa.
 Célia.
 Kepler.
 Théo.
 Douglas da Cunha Dias.
 Heidi.
 Loba -BH.
 Lucas de Meira.
 Estevão.
 Mário.
 André Ricardo.
 Estela.
 Mariza.
 terragel
 Alba Negromonte.
 Jornal da Praça.
 Fernando Rozano.
 Moacir Caetano.
 Júnior.
 Celso (O cárcere das asas).
 Sydnei de Meirelles.
 Laine.
 Antônio Carlos de Menezes.
 Vinícius de Moraes.
 Aluisio Martins.
 Isaque Santana.