Eliane Alcântara.


2005 – 2006.
 
Faltam poucas horas para o próximo ano...
Eu, de folga da escrita pensei sobre o que escrever.
Não sou boa com datas. Prezo pelo o sentimento do momento, a emoção.
Complicado escrever de outra forma. Olhei ao redor, pensei em falar da infância. Das noites que passei em claro a contar os dias. Recordei de minha avó a fazer meu bolo de aniversário à noite para que fosse surpresa no dia primeiro. Suas lágrimas pela morte de meu avô nesse dia e a força que ela sempre fazia para sorrir. Depois corri para a adolescência. Almoço para os amigos e o tradicional bolo que eu não via mais quando era feito, eu estava para a rua ou para a igreja. Mais à frente, apenas as visitas a casa dela e o mesmo almoço e bolo. Acredito que para ela nunca serei a Eliane ‘grande’.
Em flash, deitei e fiquei a montar o quebra-cabeça de minha vida. Tantas coisas! Os primos reunidos, pai e avó, as tias e tios a provar que para eles eu era a única pessoa do mundo, os amigos, os abraços, os beijos e a cachaçada marcada para quando estivéssemos na rua. Virada de ano longe de familiares - passeio com amigos, virada de ano a escutar fogos e respirar a brisa do mar, virada de ano com meus amores. Virada de Ano com amigos repentinos já que os outros estavam a viajar. Virada de ano na net esperando um oi. Virada de ano na beirada do fogão a preparar os comes e bebes para receber as visitas no dia seguinte. Virada de ano com minha tia, a esperar que ela terminasse minha roupa. Virada de ano com poemas, vinho e a solidão. Virada de ano colada ao telefone.
A última? Bem... Viajei. Encontro com o mar. Às 23 horas decidi que queria ficar em casa – sozinha. Todos foram ver os fogos... Fiquei a escutá-los. Churrasco no primeiro dia do ano a beira da praia com direito a parabéns público. Tantas viradas. Somarei 33 anos. Muitas viradas! Alegria em todas, mas sobre o que irei escrever? Hummm... Já sei!
 
Algo aos meus amigos que acolhem a vida como um dom e sabem que a mesma é uma loucura.

Aqueles que por mais um ano suportaram minhas fraquezas, minhas lágrimas, minhas manias de querer ver as coisas em seus lugares.
Aos que choraram comigo e me deram seus braços em um abraço gostoso quando eu procurava um carinho.
Aqueles com os quais aprendi muitas coisas sobre a vida e suas ciladas.
Aos que falaram besteiras, enviaram piadas, poemas, textos e textos.
Aos que escreveram um pouquinho de suas vidas ao lado da minha e acreditaram no valor da amizade.
Aqueles que riram de minhas utopias, dos copos que bebi sozinha papeando na net e sorriram dos meus tombos (um joelho dolorido até hoje).
Aos que ficaram tontos comigo e curtiram as ressacas.
Aqueles que me arrancaram rabiscos porque queriam ler.
Aqueles que imaginaram uma noite 'perfeita' quando o sol queimava lá fora e as flores pediam água para alimentar a aridez de suas raízes.
Aos que falaram de desejos, que os partilharam da forma mais bela e pura que é possível imaginar.
Aos que enxergaram em meus rabiscos uma maneira de conversar com sua sensibilidade e, ao meu lado falaram de suas vidas.
Aqueles que vasculharam meus mistérios e no fim descobriram que não os tenho, que sou quem sou.
Aos que aconselharam, silenciaram e me fizeram rir dos problemas aos quais eu imaginava sem solução.
Aos que encaminharam mensagens para dizer: ‘ei, estou aqui, tá?! não sumi’.
Aos que eu não sei como agradecer porque foram mais que amigos ou familiares.
Aqueles que conheci diversas vezes já que só mudaram o ‘nick’ na net.
Aqueles que brincaram com o meu jeito de não ligar para coisas chatas e confusas.
A todos, sem exceção, venho trazer um beijo terno, um abraço longo e a famosa frase ‘amo você!’. São palavras em meus dedos, sentimentos... e encolhem emocionados. Vocês são fascinantes!
Para não ficar chata, desejo alegrias infinitas e caso não seja possível, meus votos são de eternas alegrias : )
Beijos e um 2006 maravilhoso para todos nós!
Obrigada por tudo!
 
Eliane Alcântara.


Escrito por Eliane Alcântara. às 17h43
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil


BRASIL, Sudeste, Mulher, de 36 a 45 anos
Outro -



Meu humor



Histórico
29/05/2016 a 04/06/2016
05/04/2009 a 11/04/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
01/05/2005 a 07/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Alessandro Eloy Braga.
 BeatniksBLUESCafe
 Anderson.
 Angela Lara.
 Angela Maria.
 Bené Chaves.
 Bruno.
 Destro.
 Diego Ramires.
 Ela Nua é Linda.
 Eliane 1.
 Eliane Alcântara.
 Eliane - Home Page.
 Eliene.
 Eudes Batista.
 Rabiscos&Riscos.
 Fabrício Carpinejar.
 Francisco Dantas.
 Fórum - Sobresites.
 Jandyra Adami.
 JéSSica.
 Júlio do Amaral.
 Leila.
 Lela.
 Leon Lynch.
 Linaldo.
 Eudes Batista.
 Mário Cezar.
 Mestra dos Sonhos.
 Maísa (Pupila).
 Ivo.
 Nilson.
 O Cavaleiro.
 Olivino Araujo.
 Paulo Castro.
 Recanto das Letras.
 Retalhos d'Alma.
 Ricardo Almeida.
 Roberto Cônsoli.
 Rodrigo Souza Leão.
 Rogério Simões.
 Sady Mac.
 Sofia.
 Sonhos de Poeta (Eliane Alcântara).
 Tânia Carmonario.
 Thielle.
 Touché.
 Weder.
 Wesley (Sala Fernando Pessoa).
 Qual é a dúvida? - Pinho.
 Gildemar Pontes.
 Fernando Rozano (fotos).
 £å£i
 Fernando Girão.
 Adalberto dos Santos.
 Meiga.
 My Blog - JCarvalho.
 Tatiana.
 LIZ.
 Alcinéa.
 Célia.
 Kepler.
 Théo.
 Douglas da Cunha Dias.
 Heidi.
 Loba -BH.
 Lucas de Meira.
 Estevão.
 Mário.
 André Ricardo.
 Estela.
 Mariza.
 terragel
 Alba Negromonte.
 Jornal da Praça.
 Fernando Rozano.
 Moacir Caetano.
 Júnior.
 Celso (O cárcere das asas).
 Sydnei de Meirelles.
 Laine.
 Antônio Carlos de Menezes.
 Vinícius de Moraes.
 Aluisio Martins.
 Isaque Santana.