Eliane Alcântara.


Festim.

Da serenidade de seus olhos eu possuo
o calor de meu corpo concedido ao seu piscar.
Deixa cair esse dia que nos oculta
e me transfiguro a mulher que suas mãos desejam:
Suave, meiga noite de claros raios,
ferida na carne em busca de cura,
animal calado pronto para o abate de um cio.
Vem com ares de eras passadas,
desejo seguro em cada toque,
e minha pele, confessa nas contas de um cálculo,
se faz mar que a chuva acalma
na porta de uma onda em fúria.
Lava meus pecados em seu sexo,
purifica minhas ânsias em seus dedos
no contorno de meus lábios
e esse inútil tecido que nos separa
será esquecido por nossas tramas de amor
na grama de nossos deslizes
para o interior de nossos núcleos.

Eliane Alcântara.



Escrito por Eliane Alcântara. às 05h17
[ ] [ envie esta mensagem ]


 

...

 

Cola em mim

Teu sexo

E desprego

A Poesia

Do dia.

Eliane Alcântara.

***

...

 

Para levar uma mulher para a cama

É  preciso três coisas:

Saber onde ela fica.

Entender de Geografia

E ser um bom navegador.

 

Eliane Alcântara.


***

...

 

Se vai ensinar-me

O que sabe do sexo

Desaprenda o que sabe.

Re-aprender

É o convite.

Eliane Alcântara.


***

...

 

Para possuir meu desejo

Tem que desejar

Mais que eu.

Quer arriscar?!

Garanto o aprendizado

Ou a devolução do ato

Caso não fique satisfeito...

Eliane Alcântara.

***

...

 

Hoje sou tua.

Amanhã sou tua.

Ontem fui tua.

Conte os segundos

Não sei de quem sou agora

Além de minha.

Eliane Alcântara.

***

...

 

Gostas dos saltos?

Tu não sabes as loucuras

Quando salto de mim para ti.

 

Eliane Alcântara.



Escrito por Eliane Alcântara. às 12h18
[ ] [ envie esta mensagem ]


O outro lado.

 

Passada a guerra em meu íntimo

Deixei cair a lingerie, tirei a máscara,

Olhei no espelho, marcas do que fizemos.

Seus dedos longos em meus braços,

Nas coxas, desenhos de suas mãos,

Nos ombros o formato de seus dentes,

E na carne a tatuagem de um ato vazio.

Sedutoramente deixei que um riso descontente,

Alertasse sua visão para o fim de um (quase) amor.

Peneirei o anonimato dos beijos,

E dos carinhos que eu julguei verdadeiros

Nem ao menos senti o calor de uma paixão.

O mundo que em nós e de nós existia

Pariu a desesperança  e meus olhos

Profetizaram o lamento da despedida.

Como o caos eu me principiei,

Nova mulher a erotizar o prazer

Sem rédeas, sem dono, sem destino,

Com tempo para reinventar no corpo

O que a vida ensina todos os dias:

A leveza da liberdade.

 

Eliane Alcântara.



Escrito por Eliane Alcântara. às 14h55
[ ] [ envie esta mensagem ]


[ ver mensagens anteriores ]
 
Meu perfil


BRASIL, Sudeste, Mulher, de 36 a 45 anos
Outro -



Meu humor



Histórico
29/05/2016 a 04/06/2016
05/04/2009 a 11/04/2009
08/02/2009 a 14/02/2009
01/02/2009 a 07/02/2009
18/01/2009 a 24/01/2009
11/01/2009 a 17/01/2009
05/02/2006 a 11/02/2006
29/01/2006 a 04/02/2006
22/01/2006 a 28/01/2006
15/01/2006 a 21/01/2006
08/01/2006 a 14/01/2006
25/12/2005 a 31/12/2005
18/12/2005 a 24/12/2005
11/12/2005 a 17/12/2005
04/12/2005 a 10/12/2005
27/11/2005 a 03/12/2005
20/11/2005 a 26/11/2005
13/11/2005 a 19/11/2005
06/11/2005 a 12/11/2005
30/10/2005 a 05/11/2005
23/10/2005 a 29/10/2005
09/10/2005 a 15/10/2005
02/10/2005 a 08/10/2005
25/09/2005 a 01/10/2005
18/09/2005 a 24/09/2005
11/09/2005 a 17/09/2005
04/09/2005 a 10/09/2005
21/08/2005 a 27/08/2005
14/08/2005 a 20/08/2005
07/08/2005 a 13/08/2005
31/07/2005 a 06/08/2005
24/07/2005 a 30/07/2005
17/07/2005 a 23/07/2005
10/07/2005 a 16/07/2005
03/07/2005 a 09/07/2005
26/06/2005 a 02/07/2005
19/06/2005 a 25/06/2005
12/06/2005 a 18/06/2005
05/06/2005 a 11/06/2005
29/05/2005 a 04/06/2005
22/05/2005 a 28/05/2005
15/05/2005 a 21/05/2005
08/05/2005 a 14/05/2005
01/05/2005 a 07/05/2005
24/04/2005 a 30/04/2005
10/04/2005 a 16/04/2005
03/04/2005 a 09/04/2005
27/03/2005 a 02/04/2005
20/03/2005 a 26/03/2005




Votação
Dê uma nota para
meu blog



Outros sites
 UOL - O melhor conteúdo
 BOL - E-mail grátis
 Alessandro Eloy Braga.
 BeatniksBLUESCafe
 Anderson.
 Angela Lara.
 Angela Maria.
 Bené Chaves.
 Bruno.
 Destro.
 Diego Ramires.
 Ela Nua é Linda.
 Eliane 1.
 Eliane Alcântara.
 Eliane - Home Page.
 Eliene.
 Eudes Batista.
 Rabiscos&Riscos.
 Fabrício Carpinejar.
 Francisco Dantas.
 Fórum - Sobresites.
 Jandyra Adami.
 JéSSica.
 Júlio do Amaral.
 Leila.
 Lela.
 Leon Lynch.
 Linaldo.
 Eudes Batista.
 Mário Cezar.
 Mestra dos Sonhos.
 Maísa (Pupila).
 Ivo.
 Nilson.
 O Cavaleiro.
 Olivino Araujo.
 Paulo Castro.
 Recanto das Letras.
 Retalhos d'Alma.
 Ricardo Almeida.
 Roberto Cônsoli.
 Rodrigo Souza Leão.
 Rogério Simões.
 Sady Mac.
 Sofia.
 Sonhos de Poeta (Eliane Alcântara).
 Tânia Carmonario.
 Thielle.
 Touché.
 Weder.
 Wesley (Sala Fernando Pessoa).
 Qual é a dúvida? - Pinho.
 Gildemar Pontes.
 Fernando Rozano (fotos).
 £å£i
 Fernando Girão.
 Adalberto dos Santos.
 Meiga.
 My Blog - JCarvalho.
 Tatiana.
 LIZ.
 Alcinéa.
 Célia.
 Kepler.
 Théo.
 Douglas da Cunha Dias.
 Heidi.
 Loba -BH.
 Lucas de Meira.
 Estevão.
 Mário.
 André Ricardo.
 Estela.
 Mariza.
 terragel
 Alba Negromonte.
 Jornal da Praça.
 Fernando Rozano.
 Moacir Caetano.
 Júnior.
 Celso (O cárcere das asas).
 Sydnei de Meirelles.
 Laine.
 Antônio Carlos de Menezes.
 Vinícius de Moraes.
 Aluisio Martins.
 Isaque Santana.